Inspira Barreiro recebe “business angel” português

  

INSPIRA 2

Francisco Banha, presidente do Business Angels Club – Associação Portuguesa de Investidores em Start-Ups, é um dos convidados de peso da 5.ª edição da conferência Inspira Barreiro, promovida pela Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de Setúbal a 24 de outubro.

A iniciativa anual, que cumpre a sua quinta edição, pretende mais uma vez "inspirar" uma cultura empreendedora junto da comunidade académica, da região e dos parceiros da ESTBarreiro/IPS, e nesse sentido conta com a presença daquele que é considerado um dos mais destacados especialistas nacionais em empreendedorismo e capital de risco, que falará pelas 16h10, em jeito de aperitivo para a sessão de networking que encerrará os trabalhos.

Com entrada livre, o evento é destinado a todos os interessados na temática do empreendedorismo, em especial os estudantes do ensino secundário e superior, gestores de pequenas e médias empresas, empresários e empreendedores. A sessão de abertura, agendada para as 14h30, estará a cargo do diretor da ESTBarreiro/IPS, Pedro Ferreira, da pró-presidente do IPS, Susana Piçarra, e do presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa. Seguem-se os testemunhos de David Rufino, da Whitebalance, e de João Glória, da Cadius, duas jovens empresas que operam, respetivamente, nas áreas da fotografia e vídeo imobiliário e de arquitetura, e de modelação 3D, fabricação de peças metálicas, metrologia industrial e prototipagem.

O programa da 5.ª Inspira Barreiro contempla ainda, pelas 15h30, as intervenções de alguns estudantes empreendedores da ESTBarreiro/IPS, nomeadamente Jéssica Ferreira e Nídia Pitau, da licenciatura em Biotecnologia, que recentemente conquistaram o 3.º lugar na final nacional do 15.º Poliempreende, com o projeto Be Gold, que propõe a recuperação de metais preciosos a partir de lixo eletrónico. Ao longo da tarde, será igualmente abordado o conceito de coworking, muito caro à nova geração de empreendedores, através da intervenção de Nuno Guilherme, da Bworking Spaces.