Apenas 37% da população está satisfeita com o sistema educativo

  

woman-1852907 960 720

Esta é uma das conclusões do Estudo da Sociedade Portuguesa – Confiança no Sistema Educativo e Hábitos de Poupança em Portugal do Observatório da Sociedade Portuguesa da Católica Lisbon School of Business & Economics.

O Observatório da Sociedade Portuguesa da Católica Lisbon School of Business & Economics acaba de publicar os resultados de um estudo que procura aferir o grau de confiança no sistema educativo por parte da sociedade portuguesa. Os dados foram recolhidos em julho de 2018, utilizando o Painel de Estudos Online (PEO). Neste estudo responderam cerca de 1000 participantes.

De acordo com este estudo, apenas 36.7% dos portugueses estão satisfeitos ou muito satisfeitos com o sistema educativo em Portugal. 36.9% estão ligeiramente satisfeitos ou insatisfeitos e 26.3% estão insatisfeitos a extremamente insatisfeitos. Relativamente à satisfação com os custos do ensino público em Portugal, 34.0% dos participantes estão satisfeitos a extremamente satisfeitos sendo que 36.0% estão ligeiramente satisfeitos ou insatisfeitos e 30.0% estão insatisfeitos a extremamente insatisfeitos.

No que diz respeito ao nível de confiança em escolas públicas, 48.2% da amostra reporta alguma confiança e 5.4% revela bastante confiança. 28.8% confia moderadamente, 15.5% tem pouca confiança, e apenas 2.1% não têm nenhuma confiança em escolas púbicas em Portugal. Em média, os participantes reportam um nível moderado baixo de confiança em escolas públicas em Portugal. Comparando os resultados obtidos no presente estudo com resultados reportados em novembro de 2017, observou-se um crescimento de 7.8% no nível de confiança com as escolas públicas em Portugal.

Quanto à qualidade do sistema educativo, 41.9% referem que tem boa a muito boa qualidade 34.9% acham que tem qualidade razoável e 23.2% indicam que tem má ou muito má qualidade. 

Os participantes avaliaram também um conjunto de formas de ensino em Portugal, através de uma escala que varia entre 1 e 10 pontos, com valores superiores a indicarem melhor avaliação. Em geral, os participantes reportaram uma boa avaliação das três formas de ensino em Portugal, denotando-se as seguintes diferenças:

· Escola pública: 47.7% avaliam a escola pública como boa a excelente, 35.1% avaliam como moderada e 17.3% avaliam como fraca;

· Escola privada independente/ laica: 52.5% avaliam a escola privada como boa a excelente, 34.4% avaliam como moderada e 13.0% avaliam como fraca;

· Escola católica ou relacionada com a igreja: 40.7% avaliam a escola católica ou relacionada com a igreja como boa a excelente, 36.6% avaliam como moderada e 22.7% avaliam como fraca.